Crítica: Under the Skin (2013)

Under the Skin copy

 

A melhor parte de se ter uma paixão/hobby/obsessão envolvendo Cinema é que, mais cedo ou mais tarde, vamos cruzar caminho com um filme como Under the Skin (ou “Debaixo da Pele” como foi baptizado em terras portuguesas). Mais do que uma história regular ou um estudo de personagem, o filme de Jonathan Glazer é praticamente um documentário embalado com uma camada fina de história, determinado a analisar as idiossincrassias da Humanidade através da perspectiva pura de uma entidade profana à nossa sociedade. O facto de não ser a narrativa mais convencional poderá ter um efeito nocivo em audiências à espera de algo mais simples e directo mas também não é o bicho de sete de cabeças que algumas críticas o faziam parecer. Induz certamente o pensamento e a discussão mas toda a viagem que os proporciona é tão aveludada que o processo de retirar a mensagem do filme não entrava o de o apreciar e vice-versa.

Ler mais…

Fiat Lux!

Olá mundo!

Assim se começa um novo blog inteiramente português, escrito por profissionais do Ócio.

Para quem não sabe, a palavra ócio vem do latim otium, que significa lazer. No português, não só se aplica no sentido original, mas também pode ser usada para descrever tempos de preguiça e mandriice.

Assim, consideramos o nome perfeito – é a personificação daquilo a que os autores deste espaço se dedicam no tempo livre, tornando-se ele próprio numa ocupação agradável. Aqui discutir-se-ão várias formas de arte e recriação, com ênfase inicial em Cinema, Televisão e Literatura.

Caro leitor, esperamos que fique por cá e que desfrute daquilo que temos para opinar. Pode ser que ainda tenha uma ou outra surpresa!

Um bem-haja,

Os Autores

 

 

 

Page 7 of 7